Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

soutodaamor

soutodaamor

Folha 50/366 Sonambulismos - Episódio 2

Numa das noites que achei por bem assustar mais uma vez os meus pais, a coisa podia ter corrido mal.

Papá levanta-se para ir ao WC.

Vê luz no meu quarto.

Dirigiu-se ao quarto, pronto para apagar a luz, pensando que eu tinha adormecido com ela acesa.

Depara-se com uma cama vazia, lençóis para trás, e a figura da filha... NÉPIAS.

Enquanto tentava perceber o que é que se teria passado com a doida da filha, ouve um estrondo vindo da cozinha.

Corre para lá, ao mesmo tempo que a Mamã, que acordou com o barulho, aparece no corredor sem saber bem-bem para onde ir.

E o que é que visionam?

Hhhhmmmm?

O quê??!!

A filha, a abrir gavetas, e a olhar para elas sem nada fazer.

O estrondo tinha sido causado pela queda de uma dessas gavetas.

O que continham as gavetas?

Por acaso, só panos e toalhas de cozinha.

Calmamente, lá a levam para a cama, onde, a Filha-Que-Só-Gosta-De-Pregar-Sustos, dorme o resto da noite, não causando mais sobressaltos.

Propositadamente, não arrumaram a gaveta que tinha caído.

Lembro-me perfeitamente de, ao outro dia, me perguntarem se eu me lembrava do que tinha feito.

Eu não me lembro até hoje!

Agora, todos a pensarem comigo... já imaginaram se, em vez das gavetas de panos, é a gaveta das facas de cozinha?

É que eu já!

E não gosto muito da ideia!

Este é, sem dúvida, um dos perigos do sonambulismo. 

E eu tenho alguns...

 

 

4 comentários

Comentar post