Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

soutodaamor

soutodaamor

Folha 113/366 Ecografia esclarecedora

Bem Pessoas, depois do meu desabafo de ontem, hoje lá fui fazer a bendita da ecografia. 

Por muito estranho que pareça, e assim como começaram, as hemorragias foram-se. Desde ontem, ao final do dia, que não perco nem uma gotinha de sangue. 

Portanto, hoje, dirigi-me aqui com a certeza de que a eco ia ser feita.

E foi. Nem esperei cinco minutos... foi chegar, dar o nome, alapar e ainda a nádega esquerda estava a procurar o poiso, já o meu nome se fazia ouvir.

Depois, o costume... uma salinha minuscula onde tive de tirar as farpelas que tinha vestidas, vestir uma bata (azul... bem bonita!) e lá me vieram buscar.

"Enganou-se... a bata é com a abertura para trás..." diz-me a funcionária quando me vê.

"Ai sim?! Mas atrás não me vão fazer nada... é na frente..."

Ouço uma gargalhada (bem sonora) vinda algures por detrás de uma cortina e penso "Ui! Quem és tu qu'eu não te vejo..." Aparece a figura... mulher franzina, loura, ainda com a cremalheira arreganhada e diz-me:

"No hay problema... deja lo..." e pisca-me o olho.

"Espanhola??!! Oh cum catano!" pensei com as fitas da minha bata. Não que tenha alguma coisa contra os espanhóis, mas e para me tirar as duvidas todas? Será que eu a ia entender? Ou ela a mim?

Lá me deitei na maca, tendo de colocar uma almofada na zona lombar o que me obrigava a ter a pélvis bem levantada e espichada lá pró alto  

Adiante, que estes são os unicos pormenores que vão levar por hoje... 

Expliquei o que me levava ali, sendo que ela perguntou-me 

"E todavia ainda sangras?"

"Já não", respondi.

Ela explicou logo que ELA não efectuava aquele tipo de exame se houvesse algum tipo de sangramento. Portanto está explicado porque é que, em todas as outras clinicas para onde eu telefonei, faziam o exame mesmo com hemorragias e nesta não... tem tudo a ver com a médica e a sua ética de trabalho!

Bem, estando eu então naquela posição de  pélvis espichada, a médica lá foi colocando as questões (que eu entendi todinhas) e eu lá fui respondendo: 

"Alguna vez has echo una raspagem?" ("raspagem" pronunciado no seu melhor português ) Não

"Alguna vez has echo un aborto?" Não

"Tienes alguna otra complicación?" (não percebi ao que ela se referia mas a minha resposta foi pronta...) Não

Enquanto me ia questionando mantinha-se muito atenta ao ecrã e áquilo que visionava "dentro de mim".

Foram aí uns 3 ou 4 minutos. Não demorou mais do que isto.

"Bueno... No veo nada... tienes algunos fibromas pero nada de anormal..."

"A sério?"

"Si! Tienes un útero normal... no veio nada alarmante..."

Nem abri mais a boca. Acho que nem pestanejei mais. Fiquei a olhar para ela muda-e-calada.

Levantei-me (a almofada queria vir comigo que não era capaz de me desenvencilhar dela... mais um par de gargalhadas da espanholita) e enfiei-me no cubiculo, para tirar a bata e botar as farpelas que, essas sim, são minhas e eu sei como as vestir.

E é isto Pessoas.

Estou até agora com um sentimento, tipo, FODA-SE! OH PUTA DEITA-TE!!!

Eu não queria ser ordinarona mas é realmente como eu me sinto... traduzido quer dizer: mas afinal o que foi esta merda?!

Andei eu a esvair-me em sangue durante 6 dias seguidinhos, para esta manhã me dizerem que não tenho nada de anormal...

Isto é normal??!!

Agora é esperar mais uma semana pelo exame, e ir novamente ter um rendez-vous fofinho com o meu Senhor Doutor. 

E esse sim... vai ter de me aturar. Vai ter de levar com todas as minhas perguntas (já tenho 3-três-TRÊS escritas num bloquinho) e vai ter de me dar respostas.

Se vou procurar opinão da "especialidade" (leia-se ginecologia)? 

Não sei! Logo se vê!

Entretanto ganhei mais uns 458 cabelos brancos só de sábado até hoje...

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.