Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

soutodaamor

soutodaamor

Então Amor? E por aí o que se faz?

Por aqui, Pessoas, vive-se isto:

“ROMARIA A SÃO JOÃO D’ARGA”

E é a loucura!

Os romeiros já partiram logo de manhãzinha pelo fresquinho. Só de Vila Praia de Âncora vai um grupo de cerca de 100 pessoas. Que percorrem cerca de 25 kms para lá chegar antes do meio-dia.

E é hoje e amanhã. A Romaria mais castiça da região. A ter lugar aqui:

 

Mas quem era este São João?

Para já, São João não é nada… o nome do padroeiro é São João Baptista. Padroeiro das doenças. Quem lá vai pede cura para quistos, verrugas, doenças de pele e infertilidade. E depois há quem peça uma “ajudinha” para arranjar casamento.

Para esta ultima têm de se dirigir ao “penedo do casamento” e atirar uma pedra. Se esta ficar em cima dele á primeira, casa-se no prazo de um ano, se for á segunda espera dois anos e por aí fora. Diz que este penedo arranja testo para qualquer panela. E depois á a reza que é dita assim, com fervor e devoção:

“Ó meu Senhor São João

Casai-me que bem podeis

Já tenho teias de aranha

Naquilo que bem sabeis”

Alguns.

Porque a maioria das Pessoas que lá vai, vai pelo chiripiti.

E pelo encontro de concertinas.

E pelo chiripiti.

E para ouvir as bandas á desgarrada.

E pelo chiripiti.

E pelo convívio, até ás tantas da madrugada.

E pelo chiripiti.

Porque diz que o tal do chiripiti afina as gargantas e aquece o corpo.

É que a aldeia fica a uma altitude de quase 800 metros. E á noite a coisa arrefece.

E o chiripiti ajuda a esquentar.

E o chiripiti é aguardente com mel. Feitas na região. Ou não.

AH! E não esquecer de deixar a esmola ao diabo. Que pode levar a mal e desatar a fazer diabruras durante o ano.

Nunca fui.

Um ano, quem sabe, irei. Talvez para o próximo que calha de sexta para sábado. A ver vamos.

E quero lá saber do chiripiti que não me dou bem com líquidos quentes!

Eu quero é pandegar.

E dizem que lá é o que não falta! FESTA!

Para o ano, quem sabe…