Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

soutodaamor

soutodaamor

Agora é que vai ser...

Nunca fui rapariga de me maquilhar.

Talvez porque as mulheres que sempre me rodearam nunca o fizeram.

Acho que, em toda a minha vida, me maquilhei (e nem fui eu, maquilharam-me) 2 vezes...

A primeira, ainda adolescente, numa visita de estudo a França onde intercambiamos com uma escola de estilismo, e onde nós, postuguesinhas, servimos de modelitos. No fim, não gostei. Lembro-me perfeitamente de olhar para mim e "CREDO! QUEM É ESTA??!!" As minhas coleguitas todas contentes e felizes e vaidosas. Eu, só queria tirar aquelas pastas todas que me tinham colocado.

A segunda foi no dia do meu casamento. Mas foi uma coisa tão natural, tão subtil que eu A-DO-REI! Olhava-me e sentia-me contente e feliz e vaidosa.

Mas isto já lá vão 25 anos.

Não me maquilho e nem sei porquê.

Mas estes dias, que tenho andado para aqui perdida, que eu não sei se sabem mas estou de férias e está a ser um tédiiioooo, dei em arrumar coisas "perdidas" cá de casa. E o que é que eu fui encontrar?! O quê?! Uma base, um rimel e um gloss! UAU!!!

Não me lembro onde os adquiri ou se foi alguem que mos deu...

Sei que, assim de repente, do nada mesmo, dei comigo a pensar "Agora é que vai ser! Agora, de cota vou andar toda gaiteira!"

Mas como é que se coloca uma base neste rosto quadrado que tenho? Porque o rimel sei colocar. O gloss tambem. Não tive cá com meis medidas. Internet para que me serves!

Dizer o quê? Identifiquei-me com o aspecto natural da minina

Fiquei em transe ao minuto 1,19 quando ela mostra a bancada das "coizinhás" simples que se tem de usar. E ainda diz "como podem ver eu não estou a usar muita coisa..." Ora eu, com 3-três-3 coisitas pode-se dizer então que mais me vale estar quieta, é?! Mas não vou estar! Agora é que vai ser...

Ora coloquei-me frente ao espelho e vai de me besuntar com aquela pasta quase-quase da côr da minha pele. Depois coloquei o rímel. Depois o batom do cieiro (que é a única coisa que eu sempre coloquei nos meus lábios finos e pálidos) e por cima o gloss).

"Sim Senhora Ana Sofia! Oh pra ti toda pimpona..." E notava-se a diferença. Aquela pasta deu á minha pele um brilho diferente, pah!

Ora, hoje, dia de almoço com Riqueza Mamã e Sobrinho Principe Lindo, lá fui eu gaiteira-pimpona.

Eu e Mamã no carro á espera de Sobrinho Principe Lindo em amena cavaqueira, e diz-me a Mamã:

"Que puseste na cara?"

"PorquÊ??!!" eu com medo de ouvir a resposta.

"Porque não sei... tá diferente..."

"Mas diferente para melhor ou para pior??!!" eu aterrorizada, com medo de ouvir a resposta.

"... tá diferente! Anda! O que puseste na cara??!!"

"Pus base..."

"Ah! E rimel e batom e tudo! MUITO BEM! Fica-te bem pah! Favorece-te"

Olhem!

Quase a estrafago de beijos e quase estrago a pouca maquilhagem que tinha e estou a pensar seriamente em ir comprar mais uns apetrechos que gostei da ideia.

Agora é que vai ser...

 

 

 

 

6 comentários

Comentar post