Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

soutodaamor

soutodaamor

26 anos

Ontem foi dia de aniversário cá por casa.

Vinte e seis anos de matrimónio entre moi-même e Maridão.

E a sensação é: "JÁ??!!"

Lembro-me perfeitamente do dia do casório!

Eu, menina de tão sómente 19 aninhos. Ele, míudo de 18. Tesourinho era uma ervilhinha dentro de mim. Sim! Porque há 26 anos atrás, engravidava-se, CASAVA-SE! E não havia volta a dar.

Eu não queria, mas assumia a criança. Ele queria para assumir tudo.

Papá disse-me "Antes filha divorciada do que mãe solteira." Esta, 100 anos que viva, não vou esquecer! Aqueles olhos duros a furaram-me a alma, e aquelas palavras, atiradas assim, magoaram-me!

Pensei: "Não te perdoo!"

Tive exactamente 30 dias para me preparar psicológicamente para o momento.

E no dia 11 de Novembro de 1989, ainda não estava preparada!

Entrei naquela Igreja (atrasada quase 1 hora, como fica sempre bem a uma noiva...) a tremer dos pés á cabeça. Papá levou-me ao altar (como fica sempre bem a um pai...)

Foi um dia sem grandes espalhafatos, que eu nunca quis e que a Mamã me fez a vontade.

Ficamos a morar com a Mamã, o Papá e o Big Brother.

De quatro passamos a cinco.

Para dali a 6 meses aumentar para seis.

E os dias, meses, anos, foram passando.

Eu e Maridão, de crianças, passamos a adultos.

Crescemos juntos. E a crescer educamos a nossa criança.

Que é hoje um homem de 25 anos e que é o nosso orgulho e a nossa paixão.

O nosso matrimónio, como qualquer matrimónio, passou por tudo e mais alguma coisa... momentos de tudo e mais alguma coisa.

Para, hoje, já termos ultrapassado a barreira dos 26 anos.

Disto tudo, só há um pensamento que me ocorre neste exacto momento:

"OBRIGADA PAPÁ, por me teres "obrigado" a casar!"

 

 

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.